Natália Masih lança o álbum ‘Entrelinhas’

Natália Masih lança o álbum ‘Entrelinhas’

Natália Masih lança o álbum ‘Entrelinhas’, sem medo de se mostrar frágil. Embora seja o seu primeiro álbum, a artista nascida e criada em Jundiaí (SP) já tem um EP, intitulado “Peculiar”, que difere muito de “Entrelinhas”, como ela conta: “Esse é o meu projeto mais diferente, sensível que eu me propus a lançar, realmente o que sou”. O novo som é um lançamento do selo Marã Música e suas composições estarão na programação da Rádio Expedição CoMMúsica.

 

 

Ouça o álbum “Entrelinhas” no Spotify

São Paulo, 06 de maio de 2023 – A cantora Natália Masih comemora nesta sexta-feira (05) o lançamento do seu primeiro álbum, “Entrelinhas”. O trabalho, que traz sete faixas, sendo cinco autorais, chegará em todos os apps de música pelo selo musical Marã Música.

Produzido por Alexandre Ienne (Chapola), em “Entrelinhas” todas as músicas tem sua história e persona por trás, e vem mostrar uma nova versão da artista, a que não tem mais medo de se colocar “frágil”:

“Sempre entendi demonstração de sentimentos como fragilidade, então… me propus a ser a compositora que conseguia escrever sem ser direcionado, mas vi que não era quem eu sou, eu tenho sentimentos (risos)”, conta Natália. “Estou aprendendo a demonstrar mais, então esse álbum é minha maneira de homenagear a minha trajetória e agradecer por ter tido inspirações reais, mas de uma maneira ‘entrelinhas'”, explica.

Embora seja o seu primeiro álbum, a artista nascida e criada em Jundiaí (SP) já tem um EP, intitulado “Peculiar”, que difere muito de “Entrelinhas”, como ela conta: “Esse é o meu projeto mais diferente, sensível que eu me propus a lançar, realmente o que sou. Na era ‘Peculiar’ eu estava me descobrindo, e as composições eram sobre coisas que eu gostava, assistia, convivia, poemas que fiz sem um alvo”. Desta vez, as composições todas foram bem distintas, por serem em situações diferentes que a artista estava vivenciando: “Sempre fui muito fechada, mais fria pra falar de sentimentos, então minha maneira de exposição seria escrevendo, compondo, cantando. Algo que disse ali acima, estou tentando mudar. Então as composições deste álbum nasceram de coisas que eu gostaria de falar, e por orgulho até, guardei pra mim”, conta.

Algo que logo chama a atenção de quem bate o olho na foto da capa do álbum “Entrelinhas”, feita pelo fotógrafo Fabiano Franco, é a majestosa coroa com borboletas que a artista está usando, junto com a vestimenta lilás. Sobre o acessório, que evoca fé e empoderamento, ela explica: “Eu queria que fosse algo diferente, mas não pras pessoas, principalmente pra mim, algo com sentido. Por muito tempo me escondi, e guardei a música, as composições na gaveta, e me achava tão pequena. E hoje eu me sinto realizada, independente de qualquer coisa, eu faço com amor. E a coroa não deixa de ser um empoderamento, acredito muito em Nossa Senhora também, em sua proteção comigo, e quis homenagear ela também. Coloquei borboletas que é um código meu com Deus, sobre respostas que sempre peço e a cor azul do mar, que é o meu lugar favorito.”

Com o objetivo de fazer com que as pessoas fiquem leves, e sintam amor, Natália embala os ouvintes da maneira mais doce e singela. “Amor é a palavra. Quero que as pessoas sintam o inexplicável que se chama amor. Estamos nesse projeto há mais ou menos dois anos, desde as composições até a produção e o nascimento pro mundo, e eu não me cansei de ouvir. Espero que se apaixonem assim como eu estou apaixonada. Estou muito grata por todo o processo e sabendo que fizemos nosso melhor”, finaliza.

 

Videoclipe

A faixa título do álbum, “Entrelinhas”, ganhará um videoclipe dirigido por Gabriel Barros que estará disponível a partir do dia 10/05 no canal oficial de Natália no YouTube.

Sobre o clipe, a artista conta que essa música foi escrita para uma pessoa muito especial, e quis trazer cada detalhe dos momentos que tiveram juntos pra pensar no roteiro. “Hoje não tenho mais a pessoa comigo, então quis levar uma letra bonita de uma declaração, com um audiovisual inverso, por mostrar que não deu certo, mas com um pouco de drama, porque é uma pessoa que tenho um carinho e que me fez muito bem, e sou grata por me inspirar nessa letra”, ela explica.

Desses detalhes, podemos destacar uma banheira, vinho, escapulário, “Todos são direcionados a ele, e o restante, um draminha”, completa. “As gravações foram bem divertidas, e fizemos tudo em mais ou menos 4 horas e meia, como a banheira não tinha hidromassagem fiz bolha com batedeira de confeitaria, e a gente se divertiu demais, pensando em cada detalhe, me entreguei mesmo nesse projeto”, finaliza a artista.

 

Tracklist ‘Entrelinhas’ 

1 – Traços Seus (Composição: Natália Masih)

2 – Meu Drama (Composição: Lueny Moura)

3 – Me Traz de Volta (Composição: Natália Masih)

4 – Na Sua Memória (Composição: Natália Masih/ Matheus Audan)

5 – Vem Cá (Composição: Natália Masih)

6 – No Teu Mar (Composição: Lueny Moura)

7 – Entrelinhas (Composição: Natália Masih)

 

Sobre Natalia Masih

Nascida e criada em Jundiaí (SP), Natália Masih começou a ter contato com música aos quatro anos de idade, quando, na Igreja que frequentava, aprendeu a tocar, por conta própria, vários instrumentos, passando a usar, inclusive, a sua própria voz como tal.

Potencializado esse conhecimento através da internet, passou a criar poesias e a fazer, a partir delas, suas próprias músicas. Mas, muito por conta da pressão de sua família, Natália acabou se bloqueando desse desejo por um tempo. Ela seguiu, concluiu o Ensino Médio e cursou faculdades de Gestão de Qualidade e de Contabilidade.

Passou a trabalhar para uma multinacional, mas o passar do tempo a fez entender que não era isso que ela queria para sua vida. Nesse período, passou por experiências pessoais, incluindo uma de quase morte, que a fizeram se questionar sobre o legado que queria deixar para o mundo.

Após uma viagem muito esclarecedora para o exterior, no entanto, Natália decidiu que queria correr atrás do seu sonho, seguindo um caminho que culminou no lançamento de seu primeiro EP, Peculiar, com produção de Alexandre Ienne (Chapola).

Desde o período dessa descoberta, Natália já dividiu palco com Tiago Iorc, foi elogiada na fase inicial do programa The Voice Brasil e conquistou diversas playlists e rádios, participou também do programa Canta Comigo 3 (Disponível na Netflix).

Atualmente, ela tem trabalhado na divulgação de seu primeiro álbum, que segundo ela é seu melhor trabalho e vem muita coisa boa por aí. Além do EP Peculiar, a artista tem canções que entraram em playlists editoriais como “O que será de nós” e músicas com parcerias de um projeto acústico disponível nos apps de música.

No ano de 2022 fez lançamentos de músicas acústicas com parcerias, e no ano de 2023 promete um álbum que de acordo com a artista está incrível. 


Natalia Masih no Instagram

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright © 2024 Expedição CoMMúsica Política de privacidade | Audioman Pro by Catch Themes
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com