Dragonheart assina com a Rockshots Records para o 5º álbum

Dragonheart assina com a Rockshots Records para o 5º álbum

Dragonheart assina com a Rockshots Records para o 5º álbum. A Rockshots Records anuncia a assinatura dos Dragonheart para o lançamento de seu quinto álbum de estúdio, “The Dragon Heart’s Tale”, previsto para agosto de 2023, com pré-venda liberada. 

 

 

São Paulo, 16 de junho de 2023 – Dragonheart é heavy metal épico e fantástico, mas, de verdade, nenhuma etiqueta seria capaz de cobrir todo o projeto musical e refrações e influências. Serve para dar uma ideia ou relembrar o espectro sonoro do grupo brasileiro na estrada desde 1997.

E as notícias agora chegam de Curitiba, local de nascimento do grupo, e do Canadá, com a assinatura com o selo Rockshots Records.

Os membros do Dragonheart são amigos de longa data que tocam músicas com atmosferas medievais e de fantasia. Alguns membros são fãs de RPGs, filmes e videogames. Bem como música medieval, música renascentista, canções de marinheiros, canções celtas, heavy metal dos anos 80 e power metal alemão.

Seu novo álbum, “The Dragonheart’s Tale”, tem 52 minutos de música power metal de suas próprias histórias de fantasia divididas em 3 atos. A primeira fala sobre mar e piratas; a segunda, sobre batalhas sangrentas e a terceira, sobre magia e fogo.

O álbum traz 10 faixas abrangendo vários estilos de power metal, com música acústica de taberna e uma faixa orquestrada, dublagens e efeitos sonoros que unem a narrativa do mundo de fantasia criado pela banda. A obra é rica em instrumentais e arranjos vocais dignos de uma banda com 26 anos de estrada. Os vocais convidados são as presenças marcantes de Henning Basse (Metalium, Fire Wind) em “Ghost of The Storm” e foi mixado e masterizado por Fredrik Nordström (Dream Evil, Hammerfall) junto com a arte da capa do álbum por Andreas Marschall (Kreator, King Diamond, Blind Guardian).

 

O álbum também marca o retorno do vocalista original da banda, Eduardo Marques, e a banda explica:

“Em nosso último álbum (Battle Sanctuary) seguimos um caminho mais sombrio, e agora, com “The Dragonheart´s Tale”, queríamos voltar às nossas raízes originais. Este é um disco épico de power metal com influências medievais capaz de colocar nossos fãs para curtir as histórias de fantasia. São canções que os velhos bardos tocavam contando lendas nas tabernas de tempos antigos.”

 

O vocalista Eduardo Marques também complementa:

“Este novo álbum é meu Ph.D. em metais pesados. Foram 19 anos de espera para voltar ao Dragonheart e juntar todas essas histórias musicais. É o ponto alto de nossa carreira de 26 anos e esperamos ter feito outro clássico do power metal. Cobrimos todas as variedades e influências com estilo. Acredito que Dragonheart’s Tale tem a capacidade de fazer o fã voltar a sonhar e a viver nossas sagas mais uma vez.”

Hoje, a banda revela sua primeira história e a música de abertura “Dragonheart’s Tale” (em breve, na Rádio Tucana), que anuncia a vinda do general e que é uma metáfora para o retorno da formação inicial da banda. Como uma introdução aos contos que virão e o nome do álbum.

“Essa música foi composta assim que Eduardo Marques voltou para a banda 19 anos depois. É como um hino e sua letra é uma metáfora. Só quando o grupo está unido é que a banda tem força com seus fãs. Dragonheart é um herói do álbum histórias e é como se ele tivesse renascido e se tornado forte novamente para contar seus feitos. Por isso, é a faixa título do álbum. Seria como bardos reunidos em volta de uma fogueira relembrando o passado e planejando batalhas futuras. Essa música tem pontes perfeitas e refrões para os fãs cantarem junto. Nas partes instrumentais, há muita influência da música clássica. É a música mais melódica do álbum.” acrescenta a banda.

Ouça “Dragonheart’s Tale” no link a seguir:

https://youtu.be/cWTALcyView​

 

Recomendado para fãs de Iron Maiden, Blind Guardian e Helloween, “The Dragonheart’s Tale” tem lançamento previsto para 25 de agosto de 2023 e está disponível para pré-encomenda em https://bit.ly/DragonheartCD​


Ficha Técnica

Banda: Dragonheart

Álbum: The Dragonheart’s Tale

Faixas:
1 – The Hangman Willy´s Tavern – 1:04
2 – Dragonsheart’s Tale – 5:35
3 – Act 1: Sea, Waves and Gunpowder – 0:10
4 – Under The Black Flag – 5:11
5 – Ghost Of The Storm – 6:42 ft. Henning Basse
6 – Barbarian Armada – 4:24
7 – Act 2: Battle, Honor and Blood 0:09
8 – Eric, The Red – 5:22
9 – Westgate Battlefield – 4:58
10 – Act 3: Magic, Anvil and Fire – 0:12
11 – The Devil is My By Side – 5:57
12 – Plague Maker – 4:51
13 – Finale: The Bard 0:27
14 – The Ballad Of John Cursed – 3:38
15 – Early Days – 3:53
Duração do álbum: 52:39

Créditos do Álbum – música, capa e arte e produção:
– Composição: Eduardo Marques/Marco Caporasso/Thiago Mussi
– Produção: DRAGONHEART e Maiko Thomé
– Mixagem e Masterização: Frederick Nordstrom
– Arte da Capa e Conceito: Marco Caporasso e Eduardo Marques
– Arte da Capa: Andreas Marshall

– Bateria, Baixo, Guitarra, Flauta, Percussão, FX e Vocais gravados por Maiko Thomé no Sonata Prima Studio, Curitiba, Brasil.
– Eduardo Marques: Vocal, Backing Vocals, Guitarra e Voice Over.
– Marco Caporasso: Vocal, Backing Vocals, Guitarra, Voice Over.
– Thiago Mussi: ExtraDrum, Backing Vocals.
– Maiko Thomé: Backing Vocals, Voice Overs, Flauta, Percussão.
– Vanessa Rafaelly: Backing e Vocal Principal em Plague Maker e Eric, the Red
– Henning Basse: Vocal principal em Ghost of the Storm.
– Baixo: Filipe Mata
– Orquestra: Reinaldo Sniker Jr.

 

Sobre Dragonheart:

Sobre: A banda Dragonheart iniciou suas atividades em 10 de julho de 1997, em Curitiba, no sul do Brasil. A formação original contava com os irmãos Marco Caporasso (guitarra e voz), Marcelo Caporasso (bateria), Eduardo Marques (guitarra e voz) e Mauricio Taborda (baixo e voz). Logo a banda assinou com uma gravadora e lançou seu primeiro álbum, Underdark. O álbum teve excelente aceitação de público e imprensa.

Com boa receptividade, lançaram seu segundo álbum, “Throne of the Alliance”, primeira parte de uma trilogia, e começaram a despontar em 2002 como uma das principais bandas brasileiras de power metal. O álbum foi mixado e masterizado no Finnvox Studio, na Finlândia, e a arte da capa foi de Andreas Marschall. E foi eleita uma das melhores bandas ao vivo, álbum e música do ano pelo público e veículos especializados do Brasil ao lado do Sepultura e do Angra. Em abril, Eduardo Marques (guitarra e voz) deixou a banda por motivos pessoais. No início de setembro de 2002, foi anunciada a entrada de André Mendes (guitarra e voz).

Em fevereiro de 2005 é lançado o álbum ‘Vengeance in Black’, segundo capítulo da trilogia, produzido pela banda e mixado e masterizado pelo renomado produtor Tommy Hansen (Helloween, Pretty Maids). A arte ficou novamente a cargo do artista alemão Andreas Marschall. O álbum também deixou sua marca em todas as grandes mídias do estilo e conta com a participação do vocalista alemão Olaf Senkbeil. E rendeu uma turnê pelo Brasil com a banda alemã Grave Digger e dois shows com a banda Hammerfall e tocou com Nightwish, U.D.O, Epica, e muitos outros grandes nomes do Metal Mundial.

Em 2010, o baterista Marcelo Caporasso deixa a banda. Em seguida, Thiago Mussi é escalado para a bateria.

Em 2015, a banda encerra a trilogia com seu quinto álbum intitulado: ‘The Sanctuary Battle’, produzido pelo guitarrista André Mendes, mixado e masterizado no estúdio Avant-Garde pelo grande Maiko Thome de Araujo. A capa foi desenhada por Dusan Markovic. Pitch Black Records fez um lançamento mundial com grande repercussão no Brasil e no exterior.

Em 2019, a banda convidou um dos fundadores do Dragonheart, o vocalista e guitarrista Eduardo Marques, para retornar à formação. Passados quase 20 anos, aceitou o convite e o desafio de compor um álbum que retomasse a identidade dos dois primeiros trabalhos.

Marco Caporasso (Vocal e Guitarra), Eduardo Marques (Vocal e Guitarra / Lead Guitars) e Thiago Mussi (Bateria).

Finalmente, em 2022, o resultado dessa jornada se torna realidade e o álbum “The Dragonheart’s Tale” é gravado e planejado para ser lançado pela Rockshots Records em agosto de 2023.

Dragonheart está no Mapa da Expedicão CoMMúsica.

Com informações da assessoria.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Copyright © 2024 Expedição CoMMúsica Política de privacidade | Audioman Pro by Catch Themes
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com